Translate this Page

Rating: 2.8/5 (115 votos)




ONLINE
1





Partilhe este Site...




Total de visitas: 22901

CUIDADOS BÁSICOS COM O RN EM SALA DE PARTO

CUIDADOS BÁSICOS COM O RN EM SALA DE PARTO

Rotina de cuidados básicos ao recém-nascido

Material mínimo na sala de parto

 

 

  • Berço c/ fonte de calor radiante.
  • 2 campos cirúrgicos aquecidos.
  • Estetoscópio neo-natal.
  • Aspirador a vácuo c/ manômetro.
  • Fonte de oxigênio c/ fluxômetro.
  • Laringoscópio c/ lâminas retas (n.o 0-1), c/ pilhas.
  • Cânulas endotraqueais s/ balão de diâmetro uniforme ( 2,0- 2,5- 3,0- 3,5- 4,0).
  • Fio-guia.
  • Adaptador para aspiração traqueal
  • Ambuâ c/ capacidade máxima de 750ml, dispositivos de segurança (válvula de escape e/ou manômetro) e reservatório de oxigênio.
  • Material p/ fixação das cânulas.
  • Pilhas e lâmpadas sobressalentes.
  • Cânula de guedel neonatal
  • Clamp de plástico p/ pinçamento do cordão
  • Tesoura esterilizada
  • Material p/ cateterização da veia umbilical
  • Equipo de micro-gotas p/ venóclise
Medicamentos:

 

Adrenalina (1:1.000)

Bicarbonato de sódio a 3 ou 8,4%

Expansores de volume: soro fisiológico, ringer-lactato, albumina a 5%

Naloxone (narcan ) 0,4mg/ml

Dopamina 10ml = 50mg

Atropina 25mg/ml

Soro glicosado a 5 e 10%

Água destilada


Eventual falta de qualquer dos componentes da lista deve ser imediatamente comunicada aos responsáveis pelo centro cirúrgico e pela pediatria.

 

 

Recepção do recém-nascido pelo médico

Quando nasce em boas condições, os procedimentos são:

1. Secagem do líquido amniótico com campo estéril, previamente aquecido, sob fonte de calor radiante para prevenção da perda do calor.

2. Posicionamento do bebê em decúbito dorsal com leve extensão do pescoço para facilitar a entrada de ar.

3. Aspiração cuidadosa das vias aéreas começando-se pela boca para evitar aspiração de secreções pela traquéia e pulmões e reflexo vagal com conseqüente bradicardia.

4. Se o recém nascido não respira faz-se estimulação tátil na sola do pé ou fricção nas costas.

5. Avaliação da respiração, cor e freqüência cardíaca.

6. Clampeamento "definitivo" do cordão.

7. Colocação do bebê junto à mãe.

Antecipação e preparo na reanimação:

 

A) história: a maioria dos casos de asfixia perinatal pode ser antecipada através de uma anamnese adequada.

B) pessoal: em toda sala de parto deve estar presente pelo menos um profissional capacitado em reanimação neonatal (pediatra) e outra pessoa adicional prontamente disponível em caso de eventual necessidade.

C) equipamento: o material necessário deve ser preparado, testado, e estar disponível na sala de parto antes do nascimento de todos os recém-nascidos.

 

Abc da reanimação neonatal

 

A- permeabilidade das vias aéreas (airway)

-posicionamento da cabeça e do pescoço do recém-nascido

-aspiração das vias aéreas

-intubação traqueal, se necessário

B- respiração (breathing)

-estimulação tátil

-ventilação c/ pressão positiva (balão e máscara ou balão e cânula traqueal)

C- circulação (circulation)

-massagem cardíaca

-medicações

  1. Após cada procedimento devemos reavaliar o recém-nascido e suas respostas às manobras de reanimação observando os sinais: respiração, freqüência cardíaca e cor.
  2. O boletim de apgar deve ser realizado no primeiro e quinto minutos de vida após as intervenções necessárias e, se o Rn ainda apresentar depressão, no 1º minuto
  3. Os medicamentos necessários a reanimação na sala de parto devem ser preparados com antecedência para minimizar os erros de dosagens, não retardarem o seu uso e facilitarem o trabalho do pessoal envolvido nos procedimentos de ressuscitação.